Skip to main content

Implante dentário, veja como funciona

boca aberta, com dentista mexendo - implante dentário

Implante dentário é o que vamos esclarecer hoje. O tratamento ainda gera muitas dúvidas. O que é, para que serve, quanto tempo dura?!

São perguntas que recebemos diariamente na Clínica Renata Avighi, em Piracicaba. Por mais que qualquer pessoa saiba da existência do implante dentário, poucos realmente entendem o procedimento. Por isso vamos explicar como ele funciona.

Quando quebramos um dente é possível reabilitá-lo de diversas maneiras. Há a opção de restauração direta, que é feita no consultório; ou mesmo a porcelana, realizada em laboratório.

Mas quando a raiz do dente é perdida, no caso de fratura por trauma, por exemplo, ou quando o paciente já nasce sem o dente,  a agenesia dentária,  precisamos substituí-la, e a maneira mais eficiente é o implante dentário.

O material utilizado nesses casos é o parafuso de titânio, que é totalmente biocompatível. Ou seja, o organismo assimila o material como pertencente ao corpo, não existindo rejeição.

O que pode acontecer durante a instalação em alguns raros casos é a micro-contaminação durante a etapa cirúrgica. Uma bactéria ou micro-organismo invasor podem se alojar no inserção do pino, impedindo a aderência perfeita ao osso, e o insucesso do caso.

Normalmente com os procedimentos adequados de biossegurança conseguimos prevenir esse possível problema, mas se mesmo assim houver qualquer interferência, nós da Clinica Renata Avighi refazemos o processo sem custo algum para o paciente.

O titânio é um dos materiais mais biocompatíveis que existem e é o mais recomendado para esses casos. O pino de titânio faz a função da raiz do dente perdido.

A instalação é feita em um procedimento cirúrgico simples em consultório com anestesia local. Após a inserção do pino no osso é preciso esperar o tempo de osseointegração, quando as células ósseas migram e se aderem à peça de titânio, permitindo que o implante fique completamente grudado ao osso e possa receber as cargas mastigatórias sem problemas.

O procedimento dura meia hora, mas é preciso de alguns cuidados. Para decidir a melhor posição para o implante, os exames radiográficos e tomográficos são imprescindíveis. Eles nos mostram a qualidade e quantidade óssea da região. O parafuso de titânio precisa estar circundado de osso para atingir o sucesso. Portanto, com os exames complementares podemos garantir a longevidade do trabalho.

O planejamento, a técnica adequada, a qualidade do implante, a correta espera da osseointegração e a avaliação dos exames serão responsáveis para o sucesso do implante dentário.

O prazo de osseointegração varia de acordo com a marca do implante, qualidade e dureza óssea. Pode ser de 21 dias a 6 meses. Após esse período é possível a instalação do dente propriamente dito, a coroa do dente, essa é a parte que enxergamos na boca, usada para a mastigação. Preferencialmente feita de porcelana.

O implante feito de forma adequada pode durar 20 anos ou mais, a higienização e cuidados devem ser realizados como em qualquer outro dente. A manutenção anual no dentista também é muito importante para a garantia da longevidade do trabalho.

Se você tiver alguma dúvida sobre o procedimento e como ele se adequa ao seu caso,

entre em contato conosco. Agende uma avaliação:

(19) 3377 7932

 

One thought to “Implante dentário, veja como funciona”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.