Skip to main content

Diferença entre e faceta e coroa

Olá, tudo bem? Hoje o nosso tema é a diferença entre lente de contato dental, faceta e coroa.

Essa é uma dúvida super frequente aqui no consultório porque as pessoas não conseguem compreender o que é cada coisa, se são materiais diferentes, se o processo para fazê-las é diferente e tudo o mais. Então, o que eu sempre explico aqui, para os meus pacientes, é que é basicamente tudo a mesma coisa.

Na verdade, os três são feitos do mesmo material, a porcelana. O que muda é a exigência de cada dente. Então, por exemplo, quando o paciente já tem uma coroa, eu preciso colocar uma coroa de volta.

Quando o paciente tem uma intervenção anterior muito grande, eu preciso acabar envolvendo mais o dente, optando por uma faceta. Quando o paciente não tem o dente desgastado, a gente quase não desgasta ou desgasta zero, e isso tem uma nomenclatura de lentes de contato dentais.

Então é mais uma diferença de nomenclatura de uma peça para outra e que, no fundo, o importante é que tudo fique com cara de dente. Que ao sorrir notemos um sorriso bonito, independente da diferença de formato das peças cerâmicas.

Vou explicar apresentando um caso de uso de lentes de contato dentais. No caso desta paciente, a queixa dela era o
sorriso: dentes pequenos e algumas restaurações nos dentes da frente.

Uma paciente super jovem, então mesmo tendo a necessidade de remover essas intervenções anteriores, eu não vou desgastar estes dentes. Além disso, a curva do sorriso da paciente é uma curva “para dentro”, então era interessante ganhar volume nesse sorriso.

Para isso, é ainda mais recomendável não desgastar e sim colar as lentes por cima dos dentes.

No caso desta paciente, eu não faço quase nenhuma intervenção, os dentes já têm a cor super bonita, é possível usar uma peça super fininha em que não preciso me preocupar em esconder a cor do dente natural da paciente… isso é uma indicação total para o uso de lentes de contato dentais.

Mas nem sempre os pacientes são assim, nem sempre os pacientes vão ter 18 anos ou tem cores naturais tão bonitas quanto essa. Muitas vezes a gente atende pessoas, para fazer uma transformação do sorriso, que já têm alguma intervenção clínica e querem substituí-la.

Por exemplo, outro caso, de uma paciente que tinha coroas anteriores e implantes nos dentes da frente. Não tem como eu fazer uma faceta, eu preciso fazer uma coroa sobre esse implante, já que ela não tem mais o dente dela.

Neste caso, é uma transformação um pouco maior. Então optamos por fazer uma transformação de canino a canino, mantendo o padrão de cor, em dois procedimentos: um que envolve as coroas sobre os implantes e outro sobre os dentes envolvendo lentes de contato dentais que são as mesmas coroas, mas com intervenção menor.

O que eu explico para o paciente é que não importa se para mim é coroa, é faceta ou lente. O que importa é que a hora que o paciente sorria, a gente veja dente, todos da mesma cor e com a mesma textura.

O nosso terceiro caso é de uma paciente que envolve todos os processos. Ela já possuía coroas antigas, o dente um tanto quanto escurecido, resina… e ela queria uma transformação em que todos os dentes se parecessem e ficassem naturais.

Assim a gente substitui coroas antigas por coroas novas, facetas de resina por facetas de porcelana e nos dentes sem intervenção optamos por maquiar a parte externa, já que não era necessária a intervenção na outra face, as chamadas lentes de contato dentais.

Então eu vou conforme a música e diante do que o paciente me apresenta, e as necessidades do processo se apresentam também. Assim a gente alcança um sorriso perfeito, bonito e harmonioso com cara de dente e não cara de porcelana.

Por hoje é isso, pessoal! Espero que vocês tenham conseguido compreender as diferenças e até a próxima! Entre em contato com a Clínica Renata Avighi quando tiver qualquer dúvida:

19 3377 7932

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *